Motorista bate em carro, foge e mente sobre roubo do veículo

10

DL News

Após colidir em um carro ocupado por um bebê e fugir do local do acidente, um pintor de 39 anos ainda mentiu que o veículo tinha sido roubado para se eximir das responsabilidades pela batida. Ele vai responder por falsa comunicação de crime.

O acidente aconteceu na noite deste domingo, 17, em um cruzamento do bairro São Francisco.

Um Citroen C3 transitava pela rua José Rodrigues da Silva quando foi atingido na traseira por um Gol, que furou o pare na rua José Seco. Com a colisão, o Citroen rodou na pista.

No banco de trás do carro estava um bebê de 8 meses, que se apavorou.

A mãe dele, uma empresária de 31 anos, sofreu lesões musculares em razão do impacto e precisou de atendimento médico.

A porta do Gol ficou amassada e o pintor teve que sair pela janela. Para que não fugisse, ele foi segurado pelo motorista do Citroen, um publicitário de 33 anos. Porém, populares insistiram para que ele soltasse o suspeito. Quando soltou, o pintor fugiu.

Minutos depois, a Polícia Militar recebeu um chamado, via Copom, em que o interlocutor dizia ter sido roubado em frente de casa, no mesmo bairro. Para a surpresa da equipe, o carro mencionado era o envolvido na batida.

Outra equipe foi para o local e o pintor alegou ter sido agredido pelo ladrão, mas não soube descrever as características do suspeito. O publicitário reconheceu a “vítima” como o motorista que causou o acidente.