Homem é preso suspeito de aplicar golpe do ‘pix falso’ para ficar em hotel e contratar garotas de programa sem pagar

6

Um homem foi preso nesta quinta-feira (14) suspeito de tentar aplicar golpes fazendo transferências falsas de pix para um hotel localizado no Centro de Teresina. Segundo a Força Tarefa da Polícia Militar, o suspeito havia causado uma dívida de mais de R$ 10 mil ao estabelecimento.

Segundo a Polícia civil, ele teria ainda contratado garotas de programa e aplicado nelas o mesmo golpe, mas nenhuma dessas vítimas chegou a apresentar denúncia formalmente.

Segundo a PM, o suspeito passou mais de 30 dias hospedado no hotel, e pediu refeições e bebidas durante o período. A cada dois dias, ele fazia uma transferência falsa, que indicava que ele estaria pagando pelas últimas duas diárias e as demais despesas, e enganava o estabelecimento.

O golpe foi percebido pela administração do hotel e a Polícia Militar foi acionada. Os policiais foram até o local e o homem confessou que não tinha dinheiro para pagar a conta do hotel, que acumulou mais de R$ 10 mil.

O suspeito é natural de Teresina, e já era investigado pela Polícia Civil por outros golpes que teria aplicado em vítimas no Piauí e também no Ceará.

Ainda segundo a Polícia Civil, foram apreendidos no local documentos de propriedade de carros de luxo, que serão analisados durante a investigação, para verificar se também não foram adquiridos através de golpes.

O homem, que não teve o nome divulgado, foi preso no local e levado para a Central de Flagrantes de Teresina. O caso deve ser ainda investigado pelo 1º Distrito Policial, ele pode responder pelo crime de estelionato.

G1