Fernandópolis registra mais de 70% da população imunizada e anuncia novo horário para vacinação

26

A cidade de Fernandópolis atingiu essa semana a marca de 70% de toda a população completamente imunizada com as duas doses da vacina ou dose única contra Covid-19. O município é o primeiro entre as maiores cidades da região a atingir esse índice.
Segundo cientistas ao atingir essa marca de 70% pode-se dizer que a comunidade atingiu a imunidade de rebanho, que é quando uma determinada parcela da população se torna imune a uma doença, ou seja, desenvolve anticorpos contra o agente causador da doença. As pessoas imunizadas acabam agindo como uma barreira, protegendo toda a população.
“Estar desde o início da vacinação entre as maiores cidades que mais vacinaram no estado de São Paulo é muito gratificante, isso graças a um grande trabalho desenvolvido pelos profissionais de saúde e a população que está procurando as unidades para se vacinar. Estamos muito felizes com os resultados”, comentou o prefeito André Pessuto.

NOVO HORÁRIO DE VACINAÇÃO
A secretaria municipal de saúde divulgou uma alteração no horário de atendimento das Unidades de Saúde para vacinar contra a Covid-19. Desde a última terça-feira, as doses do imunizante passaram a ser aplicadas das 09h às 13h. A mudança visa evitar que haja desperdício da vacina com frascos abertos, que não podem ser reutilizados no dia seguinte.
“Todas as doses devem ser utilizadas em prazo determinado pelo fabricante, após a abertura do frasco não podemos armazenar o produto, essa medida visa garantir as propriedades do imunizante, uma vez que a vacina não contém conservantes. Portanto, alteramos o horário de atendimento das unidades para que se houver sobras, tenhamos tempo de realizar um trabalho de busca das pessoas que estão na fila de espera, ou que ainda não compareceram na unidade, para que tenham tempo hábil de irem no mesmo dia serem vacinadas”, explica Kelgissane Bruzzao Franco da Silva, enfermeira responsável pelo Programa de Imunização do município.
Estão sendo aplicadas as doses adicionais para os idosos de 60 a 69 anos e profissionais de saúde que foram imunizados com a segunda dose há seis meses ou mais. Quem já tomou a primeira dose da Pfizer há mais de 8 semanas também já pode procurar uma unidade de saúde para receber a segunda dose da vacina.
De acordo com a última atualização do site Vacina Já, Fernandópolis já aplicou 112.069 doses da vacina contra Covid-19, sendo 58.925 da primeira dose, 49.672 da segunda dose ou dose única e 3.472 da dose de reforço.
Na primeira semana de outubro, Fernandópolis registrou 16 novos casos de covid-19 e uma morte, registrada em domicilio. Roberto Artur Silva, 67 anos, ex-presidente da AVCC foi encontrado morto em sua residência na terça-feira, 5. 

REABILITAÇÃO PÓS COVID
Cerca de 50 pessoas já passaram pelo trabalho de reabilitação devido a algum tipo de sequela pós-covid em Fernandópolis. De acordo com a fisioterapeuta que coordena a ação, Érica Tazinaffo, os pacientes relatam que estão conseguindo recuperar as condições respiratórias, a mobilidade, entre outros benefícios.
Entre as principais sequelas relatadas pelos pacientes que passam pelo acompanhamento estão: a constante falta de ar e dificuldades de mobilidade motora. “É de extrema importância esse trabalho. Muitas pessoas sofrem com o pós-Covid, quando poderiam ter uma recuperação mais rápida se fossem acompanhados por profissionais. Porém, esse acompanhamento não é barato em muitos casos, por isso, esse trabalho vem sendo oferecido gratuitamente pela Prefeitura”, destacou Ivan Veronessi, secretário municipal de Saúde.