“Covid vai virar um resfriado”, afirma cientista que criou vacina de Oxford

89

A cientista Sarah Gilbert, professora da Universidade de Oxford e líder da equipe que criou a vacina contra o novo coronavírus, acredita que a Covid-19 se tornará um resfriado comum no futuro.

Durante um seminário da Royal Society of Medicine, realizado na quarta-feira (22/9), a pesquisadora afirmou ser improvável que o novo coronavírus sofra mutações que o deixem mais mortal. De acordo com ela, a tendência é que, assim como os outros vírus, ele se torne menos virulento com o tempo.

Veja quais são os sintomas mais frequentes de Covid-19:

A infecção pelo novo coronavírus afeta as pessoas de formas diferentes. Ela pode causar desde sintomas leves até quadros graves, com necessidade de hospitalizaçãoGetty Images

“Em breve, não haverá muitos lugares para o vírus ir, escapando da imunidade adquirida e, ainda assim, continuar altamente infeccioso”, afirma Gilbert.

A cientista liderou a equipe do Instituto Jenner, da Universidade de Oxford, durante a criação da vacina Oxford/AstraZeneca, distribuída no Brasil pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).PUBLICIDADE

Ela acredita que o Sars-CoV-2, vírus causador da Covid-19, terá um destino semelhante aos demais coronavírus, que circulam amplamente entre a população mas não provocam doenças graves.

“Já vivemos com quatro coronavírus humanos diferentes sobre os quais realmente nunca pensamos muito e, eventualmente, o Sars-CoV-2 se tornará um deles.”