Com recuo da pandemia, HB desativa outra UTI Covid, que volta às demandas normais

14

Mais uma UTI Covid do HB volta à normalidade, com a pandemia em recuo. Em vídeo, equipe grava momentos em que a instituição encerra o funcionamento de mais uma das unidades especiais instaladas para enfrentar a crise

A guerra não acabou, mas as batalhas vão sendo vencidas e as vitórias, celebradas. Com o recuo da pandemia do coronavírus, o Hospital de Base aos poucos vai dando sinais de que a volta à normalidade começa a aparecer na linha do horizonte.

Foi o que a equipe do hospital procurou mostrar em vídeo publicado nas redes sociais, em que profissionais da saúde marcam, em clima de felicidade, o fim do funcionamento de mais uma UTI Covid.

“As luzes se apagaram. Os aventais amarelos foram descartados. As portas da UTI Covid 5 do 3º andar se fecharam”, postou o HB, explicando que desde o início deste ano foram fechados e convertidos em leitos não-Covid aproximadamente 80 leitos das UTIs, que voltam a ser direcionados para os atendimentos normais, relativos a outras doenças.

“Há 19 meses iniciamos uma batalha contra um inimigo invisível. No Brasil e no mundo, profissionais de saúde enfrentaram a maior pandemia do século. E aqui no HB não foi diferente. Foram dias difíceis, mas aprendemos muito. Hoje, olhando para trás, percebemos o quanto valeu à pena lutar bravamente para salvar vidas.”

Nesta quinta-feira – informa a nota – “fechamos a UTI Covid 5 do 3º andar e a equipe da unidade registrou este momento tão importante. Este vídeo significa muito para nós, profissionais da saúde, e também é uma singela homenagem para os que partiram. É impossível não se emocionar.”

Por fim, a mensagem afirma: “O que esperamos para o futuro é que tudo que vivenciamos seja apenas uma história para contar. A batalha ainda não terminou, mas com a conscientização da população e determinação dos profissionais sabemos que vamos vencer.”

“Essa UTI em especial terá sempre um lugar no meu coração. Quanto a montamos, sequer tínhamos camas para os pacientes. A história dela é muito linda. Era a última e não tínhamos quase nada pra montar, mas tivemos ajuda de todos”, conta a diretora-administrativa, Amália Tieco.

Ela lembra um episódio em especial, que marcou a época. “O doutor Jorge estava na UtI com Covid, em outra, enquanto montávamos essa. Essa nós montamos com ele internado”. Amália se refere ao período de tensão de todos e ao drama envolvendo o diretor-executivo do hospital, Jorge Fares.

Dados de ocupação de leitos do HB nesta quinta-feira, dia 30 de setembro:

Enfermaria Covid HB
23 leitos ocupados (13,29% de 173 leitos)

UTI Covid HB
22 leitos ocupados (14,38% de 153 leitos)

Enfermaria Covid HCM
1 leito ocupado (3,33% de 30 leitos)

UTI Covid HCM
1 leito ocupado (7,14% de 14 leitos)